Secretaria da Mulher

Secretaria de Políticas para a Mulher

@SECRETARIAMULHERSP

Início » SP Mulher promove evento do Protocolo Não se Cale em Guarujá e Bertioga
Share

SP Mulher promove evento do Protocolo Não se Cale em Guarujá e Bertioga

Agenda no litoral paulista faz parte da 1ª macrocampanha estadual pelo Fim da Violência Contra a Mulher

Protocolo Não se Cale nos municípios de Guarujá e Bertioga

A Secretaria Estadual de Políticas para a Mulher de São Paulo realizou nesta terça-feira (23), dois eventos do Protocolo Não se Cale nos municípios de Guarujá e Bertioga, dentro da agenda da 1ª macrocampanha estadual “21 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher”. A iniciativa faz parte das ações de conscientização sobre a importância do combate às agressões contra as mulheres.  

No evento em Guarujá, a secretária de Políticas para a Mulher, Sonaira Fernandes, falou sobre a importância do acolhimento das vítimas de violência: “Precisamos ouvir as mulheres que passaram por situações de agressão para auxiliá-las a sair deste ciclo. Com o Protocolo Não se Cale, nosso objetivo é levar informação para todos os setores da sociedade para que reconheçam os diferentes tipos de violência contra a mulher e possam agir para proteger o público feminino”.

Além de apresentar os fluxos de atendimento do Protocolo Não se Cale, a secretária também comentou sobre a necessidade de fortalecer a rede de apoio no pós-denúncia. “Não podemos também deixar a impunidade vencer. É preciso denunciar. Mas o que a mulher vai fazer após denunciar? É preciso toda uma estrutura de assistência para atender essa vítima de violência”, completou.

A vice-prefeita do Guarujá, Adriana Machado, trouxe em sua fala a importância das mulheres ocuparem os mais diversos espaços. “Somos 52% da população, precisamos valorizar cada vez mais a pauta feminina dentro da política. Estamos aqui para somar forças contra todos os tipos de violência contra a mulher”, destacou.

Também estiveram presentes no evento a vice-prefeita de São Vicente, Sandra Conti, a presidente do Conselho Municipal de Defesa da Mulher, Geane Maria da Silva, a Delegada da DMM de Guarujá, Maria Aparecida Scanavacca, e a promotora de Justiça de Santos, Sandra Barbuto.

Bertioga debate o combate à violência contra a mulher

No período da tarde, o evento aconteceu em Bertioga. Durante a programação, a secretária Sonaira Fernandes discorreu sobre a criação da SP Mulher. “É uma Secretaria pioneira que tem o objetivo de dar voz às mulheres. Estamos engajados em contribuir para o acolhimento e a segurança dessa parcela da população que ainda enfrenta diversos obstáculos e muitas vezes são invisibilizadas. Junto com o machismo, precisamos combater também a impunidade dos agressores”, destacou.

A vereadora Elisângela Pedroso declarou seu orgulho em representar as mulheres de Bertioga e parabenizou a ampla divulgação de campanha de combate à violência: “Realizar esse encontro para falar sobre um assunto tão pertinente em nossas vidas é também uma forma de incentivar as mulheres a não se calarem. Eu mesma já fui vítima. Muitas acabam passando por isso caladas. Mas precisamos nos apoiar para acabar com o medo, com a vergonha e com o silêncio. Juntas somos mais fortes”. 

Para a secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho e Renda, Lucilia Goulart, o caminho para mudar essa realidade é exatamente a união: “poder público, legislativo, judiciário: vamos andar juntos na defesa da mulher”, comentou.

Também estiveram presentes a vereadora Renata Barreiro, os vereadores Matheus Rodrigues e Taciano Goulart, a secretária de Saúde, Rebeca Baruti, a presidente do Conselho da Mulher, Shirley Bezerra, e a Guarda Civil Municipal, Luciana Noli.